Hérnia de Disco em Pets!

As chamadas hérnias de disco podem se apresentar de duas formas, sendo na forma de protusão ou extrusão. Na primeira, a cápsula fibrosa do disco intervertebral pode sofrer uma perda de resistência em algum ponto e nesse local o disco forma uma protusão que pressiona a medula espinhal em algum ponto, podendo levar a sinais do tipo dor, paresia ou paralisia de membros,

perda do controle da micção e defecação, entre outros. A extrusão de disco se caracteriza pela ruptura da cápsula fibrosa do disco intervertebral e extravasamento do material discal com consequente compressão da medula espinhal, podendo gerar os mesmos sinais da protusão. Em cães e gatos, é de suma importância que o diagnóstico seja feito o mais rápido possível, pois quanto mais cedo o paciente for operado, maiores são as chances dele voltar a andar. Mais calma, nem sempre o paciente apresenta um quadro grave que necessite de cirurgia. Muitas vezes, o controle antiinflamatório e da dor, além da restrição de movimentos, podem ser suficientes para a melhora do paciente. Algumas raças são bem predispostas, seja pela conformação muito alongada da medula espinhal, seja por questões genéticas, a exemplo do Dacshund (Teckel), Bulldog Francês e Inglês, mas isso pode acontecer com qualquer cão. Nos gatos a causa mais comum desse problema são os traumatismos, principalmente os atropelamentos.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo